Notícias

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST.

Participantes da campanha ecumênica recobram forças para um tratado de comércio de armas forte


Participantes da campanha ecumênica recobram forças para um tratado de comércio de armas forte

Faltando um mês para os governos negociarem o primeiro tratado global de comércio de armas, igrejas de países mais afetados por um comércio não regulamentado de armas se reuniram entre 29 e 31 de maio, em Cape Town, África do Sul, para fazer os últimos planos de advocacia.  

O Conselho Mundial de Igrejas (CMI) convocou a reunião de igrejas africanas e de outros países em uma campanha ecumênica, construindo apoio para um Tratado de Comércio de Armas (TCA) forte e efetivo durante este ano.  

A reunião em Cape Town foi hospedada pela Economic Justice Network of Southern Africa (Rede de Justiça Econômica da África do Sul) em colaboração com a South African Council of Churches (Conselho Nacional Sul Africana de Igrejas). O evento reuniu lideranças de igrejas e equipe de advocacia de organizações baseadas em fé da África, Ásia, Europa, Austrália, América do Sul e América do Norte.  

“De zonas de conflito à violência de gangues, de armas usadas em situações de estupro e violência sexual a negócios de armas que alimentam conflitos e despedaçam comunidades, um TCA forte e efetivo irá impedir que cargas de armas sejam transferidas para lugares onde está claro que as pessoas iriam abusar delas,” disse Daniel Pieper, o coordenador da campanha para o TCA e associado de pesquisa do gabinete de ligações do CMI na ONU.

“Os governos precisam reconhecer que o comércio de armas tem consequências humanas. Os direitos humanos e a dignidade humana devem ser assegurados no Tratado de Comércio de Armas,” disse Sarah Gregory da Act for Peace, a agência internacional de ajuda do National Council of Churches in Australia (Conselho Nacional de Igrejas na Austrália).  

Igrejas e membros da campanha ecumênica irão participar em julho, na ONU, das negociações do TCA em Nova Iorque.  

“Igrejas e pessoas de fé devem estar preocupados com a possibilidade de um tratado fraco. No fim do dia, o que podemos dizer sobre o que temos feito? Apoio para um TCA forte e efetivo é sobre cuidar das nossas comunidades e das pessoas vulneráveis em todo o mundo,” disse Nomfundo Walaza do Desmond Tutu Peace Centre (Centro de Paz Desmond Tutu) em Cape Town.  

Participantes se agruparam numa igreja no centro de Cape Town para chamar atenção à necessidade urgente de um TCA. Distribuindo informação e bananas aos transeuntes do meio dia, foi dada a mensagem que atualmente há mais regulamentação global de comércio de bananas do que de armas.  

O trabalho de campanha que está ocorrendo em mais de 30 países mostra quão bem posicionados estão as igrejas e os ministérios afins para tal campanha. Através de advocacia coordenada tanto no nível nacional como internacional, as igrejas têm um papel crítico em assegurar que o custo humano do comércio de armas seja ouvido no processo de negociações na ONU.

A Campanha Ecumênica para um TCA Forte e Efetivo surgiu da Convocação Internacional Ecumênica pela Paz em Kingston, Jamaica, em maio de 2011. Uma statement (declaração) do Comitê Executivo do  CMI estabeleceu a política da campanha em fevereiro deste ano.

Até o dia 29 de junho ainda é possível coletar assinaturas para as declarações que seguem especificadas abaixo:

Declaração Inter-Religiosa para entidades e líderes religiosos - http://controlarms.org/interfaith;

Declaração Parlamentar para nossos vereadores, deputados e senadores e outros da área governamental - http://controlarms.org/parliamentarian-declaration;

Declaração Alerta Médico para profissionais da área da saúde - http://armstradetreatymedicalalert.wordpress.com/petition-text/.

Também para o/a cidadão/ã individual que não é de nenhum destes grupos podemos falar alto em favor do tratado no seguinte link  http://speakout.controlarms.org.

Tradução: Marie Krahn


Fique por dentro


Fique por dentro do que acontece na Faculdades EST. Confira abaixo as últimas notícias:

Receba novidades da Faculdades EST por e-mail

Fique por dentro de tudo o que acontece na Faculdades EST. Preencha o seu endereço de e-mail no campo ao lado para que possamos lhe enviar mais informações. Prometemos não enviar SPAM´s nem tampouco divulgar o seu endereço para terceiros.